Primavera é vida, é amor, é romantismo, é delicadeza. Na opinião de muitas, a melhor e mais bonita estação pra casar. O que faz desta a época do ano perfeita pra subir no altar? O clima, a iluminação e a oportunidade de colocar a mão na massa e economizar muitas dilmas, é claro. 


Pensando nisso, separamos algumas inspirações fáceis e elegantes pra você fazer bonito e arrasar no estilo e na praticidade-com-cara-de-ryca no Grande Dia:


♥ Buquê


buquê primavera




A tendência continua sendo flores frescas, e geralmente são mais procuradas as flores locais. Por exemplo, o casamento é no campo, então flores facilmente encontradas por lá são as mais pedidas. Cores pasteis ou vibrantes são um charme à parte da estação. 


♥ Bolo





Primavera é vida, então aproveite o tema pra encher de energia e alegria a sua decoração. 

♥ Decoração









Use o que você tiver a seu favor: luz do dia, natureza, iluminação de velas, aroma fresco, cores e, claro, criatividade. Um pouquinho de cada garante uma decoração memorável e confortável pra sua festa, sem gastar muito.

♥ Lembrancinhas





Sementes, plantinhas vivas ou até o clássico rosa-no-vidro inspirado em O Pequeno Príncipe são mimos que seus convidados vão querer guardar e cultivar pra sempre. Aproveite a mais viva das estações pra dar um banho de alegria na vida das pessoas que você ama.


Gostaram das inspirações?
Não esqueçam de seguir o Respira e Casa nas redes sociais!




 Véus modo de usa colher de chá noiva

Existem diversos tipos de véus e eu tenho certeza que você já notou alguns. Longos, curtos, exóticos: um deles já chamou a sua atenção. O que muita gente não sabe é que existem alguns critérios na hora de escolher o véu para a noiva.

Mostraremos hoje os diferentes tipos de véus para você entender a melhor forma de utilizá-los no seu casamento.

♥ De onde vem 

O véu começou a ser usado na Grécia Antiga por superstição. As mulheres costumavam cobrir o rosto na hora da cerimônia a fim de espantar os maus espíritos e o mau olhado. Alguns anos mais tarde, o apetrecho virou tradição católica por acreditar-se que representava pureza e castidade.

 Uma questão de tamanho 

O tipo físico influencia bastante na hora de escolher o véu: as baixinhas devem preferir modelos curtos e menos volumosos; compridos e cheios combinam com mulheres altas e magras.

♥ Escolhas

 

Modelo de véu curto que combina bastante com cabelos curtinhos. Cobre parcial ou totalmente o rosto e é utilizado, geralmente, de lado. Pode ser preto com um chapéu ou qualquer outro tipo de enfeite capilar.


Muito parecido com o véu de ombros (que não entrou para esta lista), o blusher tem uma parte que cobre o próprio rosto. Embora hoje não tenha mais tanta restrição quanto ao tamanho deste véu, a medida mais utilizada é de 18 cm.


Este véu combina com praticamente todos os tipos de vestido e é conhecido basicamente pelo comprimento que chega a altura dos dedos da noiva. Apenas evite utilizá-lo se o seu vestido for acima do joelho, pois fica um look muito poluído devido aos comprimentos serem bem próximos.


Modelo ideal para vestidos mais clássicos, o mantilha é geralmente bem trabalhado em renda e, por este motivo, é sugerido para vestidos lisos. Porém, pode ser utilizado também em vestidos que combinem com o desenho rendado, pois desta forma o equilíbrio visual é mantido.


Véus mais formais, utilizados de preferência em vestidos de cauda longa. Geralmente é feito para cobrir a cauda do vestido (no mínimo 12 cm após a barra) e, quase sempre, é trabalhado em tule ou renda.


Este modelo geralmente combina com o tamanho do vestido da noiva. É feito de duas camadas, acompanhado por uma espécie de blusher.


Gostaram das dicas?

Não deixem de seguir o Respira e Casa:





Vivemos falando sobre a noiva: o vestido ideal, o penteado ideal, a maquiagem ideal. Estamos carecas de comentar as inspirações e as tendências no mundo noivístico-feminino — falamos, falamos, falamos e adoramos.


Esquecemos um pouquinho de uma das partes mais importantes de um casamento: o noivo! E ele, veste o que estiver por perto? Pega aquela roupa do tio-avô e coloca na hora de dizer o "sim"? Usa qualquer coisa nesse dia tão importante?


O traje do noivo é tão importante quanto o da noiva. É a personalidade do casamento, a alma da cerimônia. Também precisamos gastar a mesma quantidade de energia na hora de buscar o traje perfeito para o noivo, que combine com quem ele realmente é. E nada dessa história de usar o bom e velho terno de sempre não. É hora de aproveitar o momento pra descontrair, mostrar a personalidade por baixo do nervosismo, meu chapa!

Separamos algumas inspirações de trajes de noivos pra vocês fazerem bonito no dia do casamento! Confiram a seleção:

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada

Imagem pinada


Imagem pinada

E aí, curtiram a elegância?

Não deixem de seguir o Respira e Casa:






Com o boom ecológico, os assuntos relacionados aos impactos ambientais e as diversas formas de contorná-los ficaram em alta e se tornaram itens de bom gosto e elegância — além de serem um charme para os olhos e para a natureza.

O negócio pegou tanto que algumas empresas entraram na onda e estão arrasando cada vez mais nos materiais, cuidando de cada detalhe para que nada passe batido dessa onda de sustentabilidade.

Escolhendo os materiais certos e economizando alguns recursos naturais, você também pode fazer o seu casamento de forma sustentável para cuidar, até nesse momento tão especial, do nosso planeta.


Casamentos ao ar livre são a nova sensação: além de charmosos, dão aos convidados uma sensação de paz por estarem mais livres, em algum lugar fresco e bonito.

Faça o seu casamento ao ar livre, de dia, pois aproveitando a luz natural, acaba economizando energia elétrica. Mas é claro que as lâmpadas precisam estar à disposição, especialmente em locais como banheiro, por exemplo, então escolha as fluorescentes.

A decoração ao ar livre é simples e deve combinar com a proposta da ocasião: tecidos orgânicos, materiais recicláveis e etc. complementam o eco wedding.

Velas também dão um brilho especial aos ambientes e você pode disponibilizá-las nas mesas (em cima e embaixo), nos cantos, penduradas em lamparinas — que também podem ser feitas manualmente, reaproveitando materiais como latas e garrafas de vidro.

Se puder, escolha velas de cera de abelha, pois as velas de parafina são derivadas do petróleo!

Para convites e tags explicativas de sabores nas mesas, prefira papel reciclado. Algumas empresas já fornecem esta opção e, em alguns casos, sai muito mais barato que convites normais! Nas mesas, os guardanapos e as toalhas de papel podem ser substituídos pelos de pano.


Não há casamento sem flores, não é verdade? São lindas, são cheirosas, espalham amor, beleza e pólen, rs. Então por que não utilizá-las em vasos em vez de arrancá-las? Os vasinhos podem ser feitos de garrafas, latas, pneu, e podem ser reaproveitadas na sua decoração depois da festa.

Prefira as flores orgânicas, que são livres de pesticidas.



Até nos bufês a sustentabilidade está em alta, você sabia? Existem várias empresas especializadas nesse ramo, basta pesquisar. Elas utilizam ingredientes orgânicos e material de limpeza biodegradável, além de separarem os lixos.

Aproveite para dar à mesa de doces aquela decoração saudável com frutas frescas, que são ótimas sobremesas.


Escolhe os trajes dos envolvidos no casório (como noivos, padrinhos, sogros, dama e pajem) de tecido sustentável, como a fibra de PET, bambu, ou algodão orgânico.


Ecobags, bonsais, mudinhas de flores e caixinhas com sementes são mimos super delicados para dar aos convidados. São alternativas elegantes e algo que irá crescer e trazer um pouco mais de alegria para a casa de cada um!


Não deixem de seguir o Respira e Casa:




Casando Sem Grana | Concurso ganhe um casamento completo






Hoje estou trazendo uma novidade de matar cardíaco. Não sei se vocês sabem, mas o blog Casando sem Grana está sorteando um casamento completo!!! Isso mesmo, meninas, casamento com filmagem, fotografia, buffet, decoração, lembrancinhas... enfim! O pacote completo pra noiva nenhuma botar defeito.

Apelo! ~música triste~ Então minha gente, se vocês puderem me ajudar, votando na minha resposta lá no site eu vou ficar imensamente grata pelo resto da vida!

Não esqueçam de ler as regras e participem vocês também! Ah, já pedi pra votarem em mim? rs (tudo bem, parei, rs). 

Bisous




Eu vivo falando que adoro Bolo com Champanhe como alternativa de recepção elegante e barata. Repito para todos os cantos o quanto essa comemoração é a minha cara e aí descobri que ficou uma dúvida no ar sobre o que é esta comemoração e algumas pessoas, inclusive amigos muito próximos, me perguntaram o que é e como funciona este tipo de brinde.

E eu, como toda noiva, ansiosíssima e mega interessada por tudo que comece com a letra c de casamento, resolvi fazer um post para batermos um papo sobre o que é, como funciona e por que fazer.


Bolo com Champanhe é um brinde realizado pelos noivos logo após a cerimônia. Suas principais características são marcadas pelo charme, a elegância e a inteligência da comemoração.

Mas por que inteligência?

Simples! Porque esta é uma opção super gostosa e econômica, mesmo se tratando de comemoração de casamento. Não há necessidade de dar grandes e luxuosas festas se o seu bolso não está lá essas coisas e este brinde, além de chique, ainda é super fofo com suas finanças.


LOCAL

Mini_Wedding_TatianaeAndre_10

O Bolo com Champanhe deve ser feito logo após a cerimônia. E, por durar aproximadamente 2 horas, é aconselhável que seja realizado no mesmo local da cerimônia ou muito próximo dela: pode ser no salão da igreja, na casa dos noivos, dos sogros, dos bisavós — enfim, algum lugar com uma estrutura agradável e que não seja muito longe de onde estarão os convidados.

Desta forma, pela rapidez e praticidade do evento, nem vale a pena alugar um salão.

HORÁRIO

casamento-ruella-noiva-paula-zaragueta-015
Autor não encontrado

Geralmente os noivos deixam para tirar as fotos do casório depois da cerimônia, enquanto os convidados estão se dirigindo para o local da festa. Mas no Bolo com Champanhe isso terá que ser diferente! Logo após o término da cerimônia, os noivos são imediatamente direcionados ao local do brinde, onde recepcionarão os convidados. Este é o momento para conversar, tirar fotos com os convidados e, claro, brindar este momento maravilhoso.

A recepção dura em média 2 horas e, por isso, o horário ideal para sua realização é depois dos horários marcados pelas refeições — almoço e janta — já que estas são substituídas pelas estrelas da festa, o bolo e o champanhe. Eu, por exemplo, vou fazer por volta das 15h. 

DECORAÇÃO


Em quase toda comemoração matrimonial há um espacinho reservado para as fotografias. Então, lembre-se disso e invista neste cantinho com fotos, coisas do casal, quadrinhos, etc.

A mesa do bolo deve ser o destaque. Flores e velas são ótimas opções para dar um charme e a atenção necessária para a estrela da festa.

Este tipo de brinde não requer mesas e cadeiras para os convidados, já que a ideia principal é tê-lo como um local para que os convidados e noivos possam interagir, beber, conversar e tirar fotos. Mas, é bom ter em mente que há pessoas que não estão acostumadas a ficar em pé, tais como idosos ou crianças, e seria gentil e elegante deixar pufes ou algumas cadeiras à disposição.

É interessante que haja uma ou outra mesa que combinem com a decoração (rústica, requintada, moderna, provençal) para o apoio de pratos e taças.


BUFFET

Ainda que haja poucos convidados, é elegante contratar garçons para o brinde. Não é uma regra, mas fica mais bonito e prático para todo mundo. E o cálculo é bem simples: 1 garçom para cada 15 pessoas. 

O QUE SERVIR
As estrelas da recepção são o bolo e o champanhe, então capriche. Tenha a delicadeza de escolher sabores que agradem a maioria e, já que você está economizando na festa, aproveite para dar atenção à qualidade. 

Acho legal os próprios noivos cortarem o primeiro pedaço e bolo e o restante pode ser fatiado e servido pelos garçons, mesmo. O cálculo é mais simples ainda: aproximadamente 2 fatias por pessoa.

E o cardápio pode (e, na minha opinião, deve!) ser ampliado. Doces são uma ótima opção, pra acompanhar a pegada do brinde. E nem precisam ser os famosos doces finos de casamento. Acho interessante mesmo colocar doces diferentes, brincar com essa opção, já que a própria comemoração foge da tradição. O cálculo de doces: 6 unidades por convidado.

Se quiser, faça uma mesa de frios ou rodadas de salgados.

BEBIDAS
Nem preciso dizer que espumante é obrigatório, né? rs Calcule 1 garrafa para cada 3 pessoas. Refrigerantes, água e sucos também devem servidos, já que nem todos bebem champanhe e/ou não querem bebê-lo o tempo todo.

Também já vi Bolo com Champanhe com mesas de drinks, o que é uma boa opção para aqueles que não se dão muito bem com espumantes.

ROTEIRO
Após a cerimônia, os noivos vão direto para o local do brinde. As fotos de casal podem ser deixadas pra depois do Bolo com Champanhe, pois este é um tipo de comemoração muito rápida.

Assim que o primeiro convidado chegar no local, as bebidas precisam começar a serem servidas. 

Na chegada dos noivos, o indicado é que façam o agradecimento pessoalmente a cada convidado e é importante que as fotos já sejam tiradas. Tradições festivas podem ser mantidas, sem problemas: fotos com os pais dos noivos perto do bolo, corte simbólico, traças cruzadas.

Na hora do brinde, é aceitável que haja discurso, sem problemas. Todos os convidados precisam estar com as taças (ou copos, no caso de quem não bebe) em mãos para brindar o evento, com os noivos. 

E então, os noivos circulam pelo local, conversando e dando atenção à todos os convidados. No final, a noiva pode jogar o buquê.

E aí, essa é ou não a cerimônia mais elegante, prática e econômica dos últimos tempos?



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...